segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Tarte Tatin de Nabo

O Nabo era dos legumes que menos gostava quando era criança, acho que tal como as favas são sabores de "adulto" que se aprende a gostar.... daqueles meus "não gosto" infantis só ficou o rabanete.... e muitos animais.... mas isso é outra história :)
Esta tarte é surpreendente por ser são simples, tão fácil e tão boa.... quem provou disse, "está tão boa que nem parece nabo".... pois... imagino que fosse um elogio ;)
Eu fiz apenas duas para entrada mas a receita que vinha na revista Saveurs deste mês trazia uma tarte grande, por isso não vou colocar quantidades que serão adaptadas ao tamanho da tarte.
.
Ingredientes:
Nabos (usei 2 pequenos)
Manteiga
Mel
Massa Folhada
Sal e Pimenta
.
Cozem-se os nabos pelados em água com sal, devem ficar cozidos mas não muito moles, deixam-se arrefecer um pouco e cortam-se em rodelas (eu cortei em meias luas porque as tartes eram pequenas).
Barra-se uma forma anti aderente com manteiga e espalha-se por cima um fio de mel, colocam-se os nabos em rosa (como na foto) tempera-se com sal e pimenta, dispõem-se umas pequeníssimas nozes de manteiga por cima e vai ao forno a 200º durante uns 15 minutos.
.
Quando sair do forno coloca-se a massa cortada ao tamanho da forma por cima dos nabos, a receita sugeria que se colocasse feijão ou grão em cima da massa para esta na subir durante a cozedura mas eu apenas a furei com um garfo.
Quando a massa estiver dourada está pronto, é só esperar uns minutos, virar a forma e apreciar a bela cor que entretanto se formou.

12 comentários:

  1. já somos duas
    são sabores de adulto, pois agora amo
    Jinhos fofos

    ResponderEliminar
  2. que coinicidência: de vegetais só não gosto mesmo de rabanetes; em míuda não gostava de nabos nem de favas e agora adoro; não como uma série de animais (leitão, borrego, coelho...pex, nem vê-los!). Ah, e gosto muito de tangerinas ; ))

    ResponderEliminar
  3. Bem original, deve ser uma delícia.
    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Só como nabos se for na sopa mas se disseram que nem pareciam nabos, acho que eu também era capaz de gostar :)

    ResponderEliminar
  5. parece realmente deliciosa!
    eu ainda continuo usando nabos apenas em caldos e sopas...!

    beijo!

    ResponderEliminar
  6. Eu tb tenho andado a namorar os nabos!
    Haverá novidades com eles ainda hoje no No Soup.
    :)

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  7. Que engraçado, esse é um sabor desconhecido pra mim, jamais poderia imaginar, mas pelo jeito parece bem gostoso!

    ResponderEliminar
  8. Que máximo! Isto é muito à frente!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Fiz essa tarte, com umas nuances ligeiras, há um ano atrás, eu não apreciei muito, mas o meu marido que não gosta de nabos adorou.
    Beijocas
    Moira

    ResponderEliminar
  10. Boa! Que maneira tão original de cozinhar nabos.
    Obrigada pela ideia :-).
    Bjs
    Teresa

    ResponderEliminar