domingo, 20 de Junho de 2010

Um Ano Depois...

O meu nome é Jeremias mas todos me conhecem por Muffin…. Faz hoje um ano que o dia começou da mesma forma… Acordar, procurar um pouco de comida, correr atrás de umas moscas, fazer uma soneca…. Mas de repente ela passou na rua… tinha um ar simpático mas ligeiramente triste…. Pensei logo em adoptá-la…. Corri atrás dela e disse-lhe:
"Olá, Olá!..."
.
Ela virou-se e também me cumprimentou com um sorriso. Ficamos ali a olhar um para o outro até que ela me levantou do chão e pude comprovar como era suave… voltou a pôr-me no chão, deu meia volta e preparava-se para se ir embora....mas eu insisti…

“Não te vás embora, eu quero adoptar-te…” foi neste momento que ela voltou para trás e me levantou a cauda…. Um momento humilhante para qualquer felino mas, deixei passar!
.
Depois levantou-me novamente do chão e disse-me:
“Vais-te chamar Beterraba” enquanto me fazia festas na cabeça..…
.
“Vou-me chamar o quê? Miúda, tu tens um ar amoroso, mas não percebes nada disto, pois não? Beterraba? Isso é nome de menina… eu sou menino, percebes? Jeremias…. Diz comigo… Je-re-mi-as…”
.
Mas ela insistia…
“Beterraba linda” e mais festas na cabeça…
.
Foi neste momento que pensei:
“Se o preço a pagar é chamar-me este nome ridículo tudo bem… seja, mas que os meus amigos não saibam”….
.
Depois entrámos num lugar macio onde ela me poisou e eu aproveitei para fazer mais uma soneca….
A viagem foi curta até um sítio cheio de pessoas com bata branca… E mais uma vez me levantaram a cauda... isto já começava a ser irritante, que paciência.... mas esses sim constataram o óbvio….
“Não pode ser Beterraba…. Tem de ser Beterrabo…. “ – disse um dos tipos de bata branca.
.
“Pois… era o me faltava” – pensei eu – isto agora só pode piorar… Je-re-mi-as, pessoas, digam comigo…. Jeremias!!
.
Mas parece que não estavam a ouvir… estes humanos não são maus tipos mas são um bocado surdos e educá-los dá trabalho…
.
Depois finalmente chegamos a casa… e opsss!! Já cá estava um mais velho… o Tom, que já se apresentou por aqui… é um tipo simpático mas não foi fácil conquistá-lo… ouvi dizer que ele tem stress pós traumático porque caiu do 5º andar quando era muito pequeno…. As coisas que estes felinos inventam para chamar a atenção e poderem dormir nos sofás… enfim… stress pós traumático, sim, sim.... ele tem isso e eu sou o coelho da Páscoa...
.
E cá estou eu, um ano depois… não me arrependo da minha adopção…. Se bem que ultimamente ouvi dizer a palavra “dieta” e fiquei assustado… E parece que me querem colocar na fila para a banda gástrica felina…. Mas enquanto isso acontece e não acontece vou comendo tudo o que posso, dando as minhas corridas e tentando levar a vida com calma, muita calma….!!

sexta-feira, 4 de Junho de 2010

Salmão com Molho Asiático

Este salmão não tem nada de especial na sua confecção. O toque de diferença é dado pelo molho que o acompanha, que se conjuga muito bem quer com o salmão quer com as sementes de sésamo.
.
Esta foi mais uma oportunidade de usar os excelentes produtos da Quinta das Atalaias simpaticamente oferecidos pela A.S.A. na nossa estadia por terras Algarvias.
.
A receita foi adaptada de uma outra do Chef Henrique Sá Pessoa que está actualmente na carta do Restaurante Alma. Obviamente o dele tem com um aspecto mais sofisticado e mais gourmet ;)
.
Ingredientes:
Filetes de Salmão sem pele nem espinhas
Sementes de Sésamo
Sal e Pimenta
.
Ingredientes para o Molho:
Sumo de 1 Lima
2 Colheres de Sopa de Óleo de Sésamo
2 Colheres de Sopa de Molho de Soja Light
1 Colher de Chá de Açúcar Escuro (usei "Dark Brown")
1 Dente de Alho muito picado
1 a 2 Malaguetas em Juliana (Usei 2 pequenas gotas de Piri-Piri Tradicional com Aguardente de Medronho da Quinta das Atalaias)
.
Misturar todos os ingredientes para o molho e deixar apurar os sabores no frio cerca de 30 minutos.
.
Temperar os filetes de salmão com sal e pimenta e cora-los numa frigideira anti-aderente com um fio de óleo de sésamo durante 2 minutos de cada lado. A ideia é que o salmão fique quase cru por dentro, claro que se esta ideia vos fizer impressão podem sempre cora-lo mais tempo de forma a que fique completamente cozinhado.
.
Passar o salmão pelas sementes de sésamo como se fosse um panado. O ideal é que elas sejas aquecidas ligeiramente ao lume, num frigideira anti aderente e sem qualquer gordura, para intensificarem o seu sabor. Desta vez esqueci-me de fazer isto e acho que fez falta.
.
Servir o salmão com uma salada (usei apenas espinafres e tomate cereja) e temperar ambos com um pouco de molho.

terça-feira, 1 de Junho de 2010

Tarte Tatin de Tomate

Hoje sonhei com tarte tatin de tomate…. Mas quem é que sonha com isto? :) Com tanta coisa com que sonhar…. Ilhas paradisíacas, Ganhar o Euromilhões, Viagens de aventura à volta do mundo… Andar sobre as águas…. Voar…. E eu vou logo sonhar com tarte Tatin de Tomate?
.
Mas enfim... está sonhado, está sonhado. E se para realizar os outros sonhos não há nada que eu possa fazer (pelo menos de forma imediata) esta tarte foi sonha-la e faze-la, assim sem receita nem nada, que para isso é que servem os sonhos ;)
.
Ingredientes*:
Tomate Cereja cortado em dois
Massa Folhada
1 Colher de Chá Azeite
1 Colher de Chá Manteiga
1/4 de Colher de Chá de Açúcar Demerara
1/2 Colher de Chá deVinagre Balsâmico
Flor de Sal
Pimenta
.
Colocar o azeite e a manteiga numa frigideira. Quando estiver quente juntar o tomate, o açúcar e o vinagre balsâmico. Ir mexendo até o tomate começar a murchar (apenas uns minutos).
Colocar o tomate na base de uma tarteira e polvilhar com flor de sal e um pouco de pimenta. Cobrir com a massa folhada, anteriormente cortada ao tamanho da forma.
Furar ligeiramente a massa para que esta não inche muito ao subir.
Levar ao forno aquecido a 200º mais ou menos durante 15 minutos.
Desenformar e servir.
.
*As quantidades de azeite, vinagre, açúcar e manteiga são apenas para um tarte pequena.