terça-feira, 31 de Agosto de 2010

Quiche de Salmão

As quiches são formas fáceis e rápidas de aproveitar restos, e os restos como todos sabemos são uma inevitabilidade na cozinha.
Quando uma posta de salmão grelhado sem história encontra um molho de endro perdido, a consequência é uma união feliz que só não durou para sempre porque o resultado foi devorado em 3 tempos.
.
Ingredientes para a Massa Quebrada:
150gr de Farinha
65gr de Manteiga sem sal
1 Colher de Chá de sal
1 Colher de Chá de Açúcar
75 ml de água
.
Desde que tenho Bimby faço tudo em 15 segundos/ velocidade 5 mas para quem não tem é misturar tudo com a batedeira ou com os dedos até ter uma areia grossa, não se deve misturar muito para a massa não ficar dura depois de cozida.
.
Ingredientes para o Recheio:
1 Posta de Salmão Grelhado
Sal e Pimenta
Endro muito picado
Sumo de Limão
1 Ovo
100 ml de Natas
100ml de Leite
.
Bater o ovo com as natas e o leite, até obter uma mistura uniforme. Juntar o salmão desfeito em pequenas lascas. Temperar com sal, pimenta, sumo de limão e endro.
Colocar o recheio nas formas forradas com a massa e levar ao forno a 200º até estarem douradas.

quarta-feira, 25 de Agosto de 2010

Transilvânia

Toda a zona da Transilvânia foi uma grata surpresa e um dos pontos altos da viagem. Na verdade a Roménia foi muito mais do que estava à espera, a começar pelas estradas em excelente estado. Pode parecer pouco mas é muito, especialmente quando que chega da Bulgária com estradas com verdadeiras crateras, o que tornava qualquer simples deslocação numa “aventura contra obstáculos”.

A Transilvânia é a zona que ficou conhecida nos filmes e na literatura graças á obra de Bram Stroker que criou o Conde Drácula baseado numa figura local, o Principe Vlad III que não tinha propriamente fama de ser simpático.

O seu castelo em Bran foi por isso o primeiro ponto de paragem. Fica no meio das montanhas e é um sítio verdadeiramente encantador apesar dos inúmeros turistas - fotos 1 e 2.

Visitamos mais 3 cidades que são um verdadeiro “Bombom” e que formam o chamado “Triângulo da Saxónia”. A primeira foi Brasov, é relativamente perto do castelo de Bran e é a maior de todas, é uma cidade cheia de vida e muito agradável - fotos 3 e 4.

.A segunda cidade a ser visitada foi Sighisoara, muito mais pequena que Brasov e com toda a cidade antiga dentro de muralhas, tinha um ar bastante medieval e parado no tempo (com tudo o que isso tem de bom) - fotos 5 e 6.

.Por fim visitámos Sibiu, não estava prevista mas ficava em caminho e resolvemos passar por lá ao fim do dia. Foi onde estivemos menos tempo e como “o fruto proibido é o mais apetecido” foi por mim eleita a cidade mais bonita da Roménia. Acho que ajuda o facto de ter sido capital Europeia da Cultura em 2007 e por isso todos os prédios estarem pintados de fresco, num colorido que fazia a cidade “brilhar”, para além das janelas nos telhados em forma de olho que davam às casas um ar bem divertido - fotos 7 e 8.

De todos os sítios por onde já passei há sempre aqueles onde digo “aqui quero voltar” e a Transilvânia em sem dúvida um desses sítios, só não sei é quando.... :)
.
P.S E porque nenhuma das fotos de hoje foi tirada por mim, muito obrigada ao Sr. Girassol ;)

segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Kulfi de Manga com Gengibre

Às vezes acontece esquecermo-nos do aniversário dos amigos…. Não é bonito, não é simpático mas acontece…. E foi o que aconteceu com o aniversário do Three Fat Ladies…. Passou-me… entre o achar que as participações eram só no Facebook, onde o Tangerina não está, e os dias a voar… a data foi-se sem eu sequer perceber…. Mas a Pipoka é especial e por isso não merecia que eu me tivesse esquecido, sobretudo porque ela foi a primeira pessoa que conheci nesta nova fase ao leme de uma Tangerina que é Aderente.

Porque se a Pipoka fosse um som era uma gargalhada, se fosse um adjectivo era a generosidade e se fosse um sabor era com certeza o gengibre, aqui fica um Kulfi de Manga com Gengibre, atrasado para a festa mas com todo o carinho que a Pipoka merece.
.
Ingredientes:
200ml de Leite
200ml de Leite Condensado
1 Colher de Chá (rasa) de Gengibre em Pó
300ml de Natas
300gr de Manga
.
Bater todos os ingredientes até formar um creme uniforme. Pode ser com um liquidificador, com a varinha mágica ou com um robot. Eu usei a Bimby durante 1 minuto na velocidade 6. Transferir o preparado para taças e levar ao congelador durante pelo menos 5h. No momento de desenformar passar ligeiramente as taças por água a ferver.
.
A receita foi tirada deste livro que é um perdição para os "amigos do Gengibre" ;)

quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Tarator

Tarator é a sopa mais consumida no verão Búlgaro. Quando pensamos em iogurtes verdadeiramente espessos é mais fácil pensar em iogurtes Gregos que em iogurtes Búlgaros, no entanto uma das bactérias que dá origem ao iogurte é precisamente o "Lactobacillus Bulgaricus".
.
Na 2ª foto está a sopa original que comi em Veliko Tarnovo e na 1ª está a minha "cópia", feita a partir desta receita. Serviu para neste dia mais ou menos cinzento me levar, por momentos, de volta ao clima descontraído e sem pressa das férias.

Ingredientes:
1 Pepino Grande cortado em pequenos cubos
300ml de Iogurte Grego (já que Búlgaro não há por cá)
1 Dente de Alho o mais picado possível
Sumo de Limão
Azeite
Sal e Pimenta
Endro
.
Bater o iogurte com água muito gelada, metade do pepino e o alho até obter uma consistência não muito espessa. Juntar o restante pepino em cubos. Temperar com o sumo de limão, o azeite, o sal e a pimenta e por fim juntar o endro finamente picado.

quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

Veliko Tarnovo

A espera de 2 dias pelo papel que nos permitia sair com o carro da Bulgária levou-nos a conhecer uma cidade no norte que estava classificada no plano inicial com um, “se sobrar tempo vamos lá”. Chama-se Veliko Tarnovo, é uma cidade verdadeiramente amorosa e aquela que mais gostei na Bulgária.

Deviam estar uns 35º e mesmo assim subi heroicamente :) até ao cimo do castelo (na 1ª foto). Mas quando cheguei cá baixo, só necessitávamos de sombra, água fresca e litros de Tarator.
.
O meu desejo foi plenamente satisfeito num restaurante que ficava na rua mais antiga da cidade (na 2ª foto) e a receita segue dentro de momentos ;)

segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

E já foram as Férias...

11 dias, 3 países, 3 alfabetos, 3.600km percorridos, 50 cd’s ouvidos, 450 fotos tiradas, 1 banho no Mediterrâneo, 35º às 11h da noite.
.
Esta foi uma viagem diferente de todas as outras que já fiz, saí a pensar que o destino seria um e no final foi outro… A ideia inicial era a de ir de carro desde a Bulgária até à Croácia passando pelos países da ex-Jugoslávia, mas logo à chegada a máquina burocrática entrou em acção e fomos confrontados com o facto de que um carro alugado na Bulgária não poder sair para fora da União Europeia… E mesmo assim necessita de um documento que custa 86 Euros e que demora 2 dias a fazer… enfim… quando a burocracia se sobrepõe ao bom senso o resultado não pode ser bom.
.
Primeiro veio a surpresa, mas rapidamente os antigos planos foram guardados e novos planos surgiram… Só se podia circular na União Europeia? Então seriam a Roménia e a Grécia a ser visitadas. Quando se gosta de conjugar o verbo “ir” o destino às vezes é o menos importante ;)
.
Por enquanto ficam algumas fotos de um dos sítios que mais gostei de visitar, o Mosteiro de Rila, um lugar verdadeiramente mágico no meio das montanhas na Bulgária.
Se às fotos eu pudesse juntar o som dos monges que cantavam no momento em que lá estive teriam a ideia da perfeição e da paz que se sentia.