domingo, 28 de Junho de 2009

Risotto de Beterraba

O meu risotto preferido continua a ser o de Cogumelos Porcini, pela cor, pelo aroma, pelo sabor... no entanto agora que fiz este de Beterraba estão quase quase empatados ;)
Foi feito há já algum tempo e para o publicar tive de vencer o meu preconceito de que os rissotos não são fotogénicos... mas esta receita merece mesmo ver a luz da blogosfera :)
Os risottos são normalmente vistos como pratos calóricos e complicados, calóricos pela quantidade de natas e manteiga que levam (esta receita não tem nem uma coisa nem outra) e complicados porque necessitam de alguma atenção, mas esse é exactamente o seu "charme".
É curiosamente o único prato em que acho que na Bimby não funciona, a única vez que tentei fiquei com a sensação que tinha estragado os ingredientes para nada, consegui um arroz bom mas não era sequer um parente afastado de um risotto... posso ter tido azar mas de lá para cá resolvi não voltar a arriscar.
.
Ingredientes:
750 ml de Caldo de Vegetais (usei caseiro)
2 Cebolas Vermelhas (cerca de 150 gr) muito picadas
2 Dentes de Alho muito picados
5 Beterrabas pequenas (cerca de 300 gr) peladas e cortadas em pequenos cubos
3 Ramos de Tomilho
300 gr de Arroz Arborio
200 ml de Vinho Rose
5 Colheres de Sopa de Mascarpone
100 gr de Queijo Parmesão
4 Colheres de Sopa de Azeite
.
Aquecer o caldo de legumes. Numa frigideira grande refogar a cebola no azeite até ficar macia, nessa altura juntar o alho e mexer mais um pouco. Juntar a beterraba aos cubos e o tomilho e refogar cerca de 5 minutos, mexendo frequentemente. Juntar o arroz até este ficar quase transparente, nessa altura juntar o vinho e deixar evapora-lo. Temperar com sal e pimenta e começar a juntar o caldo (que deve estar sempre quente para não interromper a cozedura do arroz), a partir daqui o processo é sempre o mesmo, junta-se caldo e esperasse que seja absorvidomomento em que se junta novamente mais caldo até terminar todo o caldo. Dependendo do gosto, isto é se queremos um risotto mais ou menos "al dente" o caldo pode até nem ser todo usado. No fim e já fora do lume, juntar o mascarpone e o parmesão ralado para tornar o arroz ainda mais cremoso.
.
Receita adaptada da revista Delicious de Junho de 2009. Já falei do meu "amor" por esta revista aqui.

quinta-feira, 25 de Junho de 2009

Noodles com Frango e Legumes

Acabei de realizar que a página de entrada deste blog está cheia de sobremesas e tem muito poucos salgados…. A verdade é que as sobremesas são muito mais fotogénicas, agora que ando sempre de máquina fotográfica em punho descobri que praticamente todos os doces que fiz nos últimos três meses estão cá mas aquilo que faço de salgados não está… ou porque é pouco interessante ou porque é feito à noite e não há luz para fotografar ou porque as fotografias não ficam boas e o grilo falante não deixa… :) há um sem fim de razões… vou tentar voltar à normalidade com estas Noodles que ficaram muito boas de sabor mas um bocadito cozidas de mais.
Queria usar umas Noodles de Espinafres que trouxe da China mas entre o facto de eu não ler Mandarim ou Cantonês (nem sei distinguir o que estava na embalagem…) e o facto da tradução para Inglês não ser lá muito explicita... acho que as cozi demais… fiz como faço o restos das massas mas acho que a ideia era apenas mergulha-las em água a ferver… alguém sabe se essa técnica existe? será uma técnica Asiática?
.
Ingredientes para as Noodles:
1/2 Pimento Vermelho cortado em tiras
2 Alhos Franceses cortados às rodelas
100 gr de Peito de Frango cortado
Coentros Picados
50 gr de Ervilhas
Noodles
.
Ingredientes para a Marinada:
Sumo de 1 Lima
Pozinhos de Piri Piri
2 Colheres de Sopa de Óleo de Sésamo
1 Colher de Chá de Açúcar Mascavado
1 Dente de Alho picado
2 Colheres de Sopa de Molho de Soja
.
Fazer a marinada misturando bem todos os ingredientes e deixar aí repousar o frango (já cortado) durante uns minutos. Cozer as noodles e reservar. Aquecer um pouco de óleo e e saltear o pimento e o alho francês durante uns minutos (o ideal será usar um Wok mas essa é uma coisa que não tenho), juntar o frango e as ervilhas e saltear tudo mais uns minutos ao mesmo tempo que se vai regando com a marinada. No fim juntar as noodles e polvilhar com os coentros picados.
.
Receita inspirada numa outra publicada na revista Good Food de Março de 2009 mas bastante alterada.

terça-feira, 23 de Junho de 2009

(In)Utilidades

Este é um meu post nº 50 e por isso em jeito de comemoração em vez de uma receita hoje deixo uma fotografia de algumas (in)utilidades que tenho... acho que ninguém que goste de cozinha está livre de ter algumas coisas que na altura achou que não podia viver sem elas e que depois se revelaram completamente dispensáveis.... na verdade para se cozinhar é necessário muito pouco... mas a tentação vive sempre em qualquer loja de utensílios de cozinha :)

Por outro lado, há objectos que se tornam quase indispensáveis mas este post não é sobre eles ;)

Então da esquerda para a direita temos... um cortador verde de alface... que é mais ou menos um híbrido... digamos que é o resultado da mistura entre uma faca e uma tesoura... por isso como eu já tinha facas e tesouras em casa a pergunta é porquê?

Depois temos não um mas dois "fazedores" de bolinhas.... servem para fazer bolas de manteiga, de melão... e um não chegava? parece que não... por isso tenho dois... um maior e outro mais pequeno... talvez em algum momento da minha vida eu achei que ia fazer muitassss bolinhas... quem sabe?

A seguir vem (branco em cima) um apara lápis de legumes.... exactamente.... apara lápis de legumes... pois... e a pergunta que novamente se impõe é porque? porque é que eu alguma vez pensei que seria importante ter na salada cenouras aparadas como se fossem a ponta de um lápis? nem eu sei...:)

O último é também genial... é para calcar a massa das tartes nas formas... parece útil mas... para que funcione a forma tem de ser exactamente do tamanho do calcador que por acaso é... pequeno... pois é... nada que os meus dedos não faça com alguma rapidez :)

E há mais algumas pérolas mas estes foram os escolhidos porque na maior parte dos casos foram usados... uma vez!

domingo, 21 de Junho de 2009

Trifle de Chocolate Branco com Pêra

Hoje é mais um dia da cor, desta vez branco. Já tinha pensado fazer a querida Panna Cotta, depois mudei para uns Brigadeiros de Coco que faço desde sempre e finalmente à procura de algo diferente dei de caras com a capa de uma revista Bon Appétit de Dezembro de 2007 onde estava um trifle que me pareceu perfeito mas… as receita tinha milhões de passos… assim que dentro do meu espírito de “dizer não à complicação” resolvi inventar (que é uma coisa que faço com alguma frequência e que ainda não descobri se é bom ou mau :) olhei para a foto e tentei recriar o que lá estava sem pensar na receita e o resultado foi este…. uma sobremesa não apta para pessoas em dieta…. não chega a ser excessivamente doce mas…. não se pode dizer que seja light :)
.
Ingredientes para a Ganache:
200 ml de Natas
200 gr de Chocolate Branco
.
Ingredientes para a Pêra:
2 Pêras Williams Grandes
150 gr Açúcar
1 Colher de Chá de Gengibre em Pó
1 Estrela de Anis
1 Vagem de Baunilha
.
Ingredientes para a Montagem:
Palitos la Reine
Natas
Calvados (o ideal seria um licor de Pêra mas não tinha)
.
Fazer um calda com 500 ml de água, o açúcar, a vagem de baunilha aberta ao meio, o gengibre e a estrela de anis, deixar ferver uns 5 minutos e depois deixar repousar para ganhar sabor cerca de 1h. Passado esse tempo cozer as pêras descascadas e cortadas em quartos na calda durante uns 5 a 10 minutos.
Esquecer as natas até levantarem fervura, apagar o lume e misturar o chocolate partido aos bocados, envolver bem até obter um creme liso e levar ao frio para ganhar algum corpo.
Numa taça grande ou em várias individuais dispor uma camada de Ganache, depois palitos la reine com uns borrifos de Calvados, depois mais Ganache, mais palitos e mais pêra e assim sucessivamente. Decorar com natas batidas e caracóis de chocolate branco, servir vem frio.
.
Para fazer os caracóis passei simplesmente o descascador de cenouras na barra do chocolate.

sábado, 20 de Junho de 2009

Muffin

Ontem estava a entrar no meu carro deixado num parque ao ar livre, quando ouvi um barulho...voltei-me e lá estava ele com as suas grandes orelhas a olhar para mim... disse-lhe olá, ele aproximou-se... fiz-lhe uma festa, fez logo ronron... "conversámos" um bocado, agarrei-o e voltei a pô-lo no chão pronta para seguir a minha vida... adeus, adeus... mas ele não desistiu de mim e lá avançou mais um passos... pensei uns minutos e meti-o no carro, ele sentou-se como se fosse a coisa mais normal do mundo... não o podia deixar lá... parece que fui adoptada!

Começou por se chamar Beterraba mas quando o levei ao veterinário ele disse que tinha de lhe mudar o nome para Beterrabo :) passou por momentos a Gengibre (mas é muito grande), depois a Cenoura (novamente grande.... ) e parece que agora vai ficar Muffin.

quinta-feira, 18 de Junho de 2009

Será que o mundo necessita de mais um Cheesecake?

Apesar de existirem no mundo milhões de receita de cheesecake quando fiz esta percebi que eu não tenho nenhuma receita concreta.... acho que comecei com uma receita 3/2/1 que era 3 pacotes de natas, 2 de queijo creme e 1 lata de leite condensado, ou seriam 3 pacotes de queijo e 2 de natas? a verdade é que de lá para cá vou mudando coisas, às vezes substituo o queijo creme por queijo 0% de gordura, ás vezes troco as natas por iogurte, ás vezes não ponho leite condensado... enfim pode ser que agora com o blog me torne mais sistemática e menos anárquica :) mas já não sei se vou a tempo porque isto é genético :)
.
Ingredientes para a Base:
150 gr de Bolachas (Maria, Aveia ou chocolate...)
80 gr de Manteiga derretida
.
Ingredientes para o Creme:
3 Iogurtes Natuais
1 Lata de Leite Condensado
400 gr de Queijo Creme (usei Philadelphia)
5 Folhas de Gelatina
Sumo de Limão
.
Ingredientes para a Compota*:
300 gr de Morangos
100 gr de Açúcar
.
Para fazer a base trituraram as bolachas até ficarem em pó e junta-se a manteiga derretida para formar uma pasta.
Na Bimby trituram-se as bolachas 20 Seg, Vel 4 e junta-se a manteiga mais 20 Seg, Vel 4.
Forra-se uma forma de fundo móvel.
Para o Creme demolha-se a gelatina em água fria. Levam-se os iogurtes a lume brando para aquecerem ligeiramente e neles se dissolver a gelatina, junta-se o queijo, o leite condensado e umas gotas de sumo de limão e envolve-se tudo até formar um creme liso.
Na Bimby colocam-se os iogurtes no copo e programa-se 2 Minutos, 70º, Vel. 2, junta-se a gelatina escorrida e programa-se 12 Seg. Vel 3, junta-se o queijo, o leite condensado e o sumo de limão e programa-se mais 25 Seg. Vel. 4.
Coloca-se o creme sobre a base de bolacha.
Para a compota de morango levam-se ao lume brando os morangos com o açúcar durante mais ou menos 20 minutos, no fim pode-se ou não triturar caso se queira uma compota mais ou menos "pedaçuda".
Na Bimby colam-se os morango e o açúcar e programa-se 20 Min. 100º Vel 1 se no fim estiver muito liquido pode-se sempre colocar mais 5 Min. Varoma Vel. 1
.
* Há sempre a hipótese de se ir à rua comprar um frasco :)

terça-feira, 16 de Junho de 2009

Hummus Verde

O Hummus é uma receita muito popular no Médio Oriente feita com Tahini uma pasta de sésamo essencial em qualquer prato dessa zona do globo.
Este hummus é por isso um hummus Semi-Português já que leva os tão famosos coentros e não leva Tahini, a receita veio de uma aula feita há muitos anos na Cozinhomania e de lá para cá faz sempre muito sucesso em jantares em que toda a gente gosta e quase ninguém descobre que é feito de grão.
.
Ingredientes:
1 Ramo de Coentros
1 Dente de Alho
1 Malagueta Vermelha sem sementes e picada (opcional)
400 gr de Grão Cozido
Sumo de 1 Lima
Sal e Pimenta
.
Neste caso fiz apenas metade dos ingredientes a cima, como fiz na Bimby coloquei tudo lá dentro e fui misturando até ter uma pasta homogénea (não sei exactamente os tempos nem as velocidades porque como a quantidade era pequena rapidamente ficava agarrada às parece dos copo e tinha de misturar novamente....).
De forma tradicional picam-se os coentros, o alho e a malagueta, junta-se o grão e vai-se moendo com a varinha ou o liquidificador. A meio junta-se o sumo de lima e o azeite até fazer uma pasta, tempera-se com sal e pimenta.
Pode-se servir com palitos de legumes crus, com tostas ou com aquilo que a imaginação ditar.

terça-feira, 9 de Junho de 2009

Panna Cotta com Remoinho de Café

Há muito tempo que não aparecia por aqui uma Panna Cotta... e depois de ver o arquivo descobri que nenhuma delas é doce.... pois bem, esse problema deixou de existir :) porque cá está ela...!
Esta Panna Cotta é para os amantes de café mas não sabe excessivamente a café, normalmente toda a gelatina de café fica dentro da Panna Cotta mas desta vez fui um bocadito apressada e ficou uma capa de gelatina no fundo do copo, como se pode ver na foto.
Tinha pensado em fazer com Agar Agar mas como ainda não domino as quantidades e não tinha tempo para o "errar-acertar" acabei por usar gelatina em pó como pedia a receita.
-
Ingredientes para a Panna Cotta:
375ml de Leite
375ml de Natas
100gr de Açúcar
2 Colheres de Chá de Gelatina em Pó
-
Ingredientes para o Remoinho de Café:
3 Colheres de Sopa de Açúcar Mascavado
2 Colheres de Chá de Café em Pó Instantâneo
1 Colher de Chá de Gelatina em Pó
250ml Água
-
Levar o leite, as natas e o açúcar ao lume até levantar fervura (mexendo de vez em quando) quando começar a ferver retirar do lume e juntar a gelatina misturando bem para a gelatina ficar completamente dissolvida. Colocar em formas pequenas ou numa grande. Levar ao frigorífico durante +/- uns 45 minutos.
Levar ao lume a água com o café e o açúcar mascavado até levantar fervura, deixar depois ferver até reduzir para metade (não engrossa muito), tirar do lume e misturar a gelatina até esta ficar completamente dissolvida.
Na Panna Cotta já menos liquida mas não completamente firme, introduzem-se colheradas da gelatina de café ao mesmo tempo que se vão fazendo movimentos suaves para formar o remoinho.
-
P.S Usei copos de vidro porque primeiro pensei em servir directamente dos copos mas depois resolvi desenformar e para isso introduzi cada copo 30 segundos em água a ferver.
.
Receita da Revista Olive de Outubro de 2006

segunda-feira, 8 de Junho de 2009

Courgette e Grão com Feta no Forno


Com um fim de semana de chuva voltei aos legumes quentes como acompanhamento, confesso que as grandes saladas verdes me atraem muito mais nos dias de sol...
Esta mistura junta alguns legumes da época, faz-se num instante e foi o acompanhamento de uma carne assada mas penso que também funcionará bem sozinha para aqueles que como eu não se importam de comer só vegetais.

Ingredientes:
2 Courgettes Pequenas em Cubos
2 Colheres de Sopa de Azeite
2 ou 3 Tomates
1 Colher de Sopa de Orégãos
200gr de Grão já Cozido (a receita pedia Feijão Branco)
100gr de Queijo Feta

Numa frigideira saltear as courgettes no azeite até estarem macias, fora do lume misturar nas courgettes os orégãos, o tomates cortado em cubos e o grão, temperar com um pouco de pimenta (não usei sal por causa do queijo feta) dispor num recipiente de ir ao forno e à mesa, espalhar por cima o queijo feta esfarelado e levar ao forno (função Grill) uns minutos até o queijo ficar ligeiramente corado. No momento de servir pode-se polvilhar com mais orégãos.
-
Receita adaptada da revista Good Food de Junho de 2009.

sexta-feira, 5 de Junho de 2009

Tarte de Morangos com Ganache de Chocolate Branco

Acho que não serei muito original se disser que não gosto de estragar alimentos... normalmente cozinho de modo a não ficarem restos e quando existe um pacote de qualquer coisa aberto começo logo a pensar em como o usar... foi o que aconteceu com uma embalagem de mascarpone da qual só tinha usado umas 50gr para um rissoto (que ainda não publiquei), como tinha de fazer uma sobremesa para um jantar de amigos resolvi dar-lhe uso e daí nasceu esta tarte.
Parti da ideia de Ganache que por definição é Chocolate e Natas em partes iguais, substituí as natas por mascarpone e já está, a massa é a do costume, por cima coloquei morangos às fatias e pimenta Sichuan. Apesar de eu não ser uma fã nº 1 de chocolate branco (que na verdade nem é bem chocolate) acho que ficou bastante agradável.

Ingredientes para a Ganache:
200gr de Chocolate Branco
200gr de Mascarpone
-
Ingredientes para a Massa Areada:
150gr de Farinha
75gr de Manteiga
1 pitada de sal
50gr de açúcar
1 Gema
1 Colher de Sopa de Leite

Ingredientes para a Cobertura:
Morangos Fatiados
Pimenta Sichuan ou outra Pimenta Preta
-
Fazer a massa misturando tudo rapidamente com a ponta dos dedos, com a batedeira ou com a Bimby (15 seg Velocidade 5) e forrar uma tarteira já untada, normalmente vou colocando bocados de massa directamente na tarteira e com os dedos com farinha vou ajeitando. A tarte deve cozer "em vazio" usando para isso algum peso, eu tenho uma corrente de metal própria mas pode ser feijão, grão ou outra leguminosa seca, neste caso aconselho a colocar entre a massa e as leguminosas um disco de papel vegetal para depois ser mais fácil tirar. Levar ao forno entre 180º a 200º uns 15/20 minutos.
Para a ganache derreter o chocolate em banho maria ou no microondas, o chocolate branco é muito sensível e derrete muito depressa, por isso fiz no microondas a 180º uns 2 ou 3 minutos. Quando o chocolate estiver derretido misturar o mascarpone até obter um creme liso.
Depois da tarte estar fria colocar o creme, decorar com os morangos e polvilhar com um pouco de pimenta.

quarta-feira, 3 de Junho de 2009

Bolinhos de Cenoura e Especiarias

Estes bolinhos da foto não podem ser julgados pela aparência... não parecem nada de especial, não têm o aspecto robusto de um muffin nem o aspecto opulento de um cup cake cheio de creme... parecem assim só uns bolinhos normais e um pouco tímidos... mas enganam... enganam muito... são bons, muito bons!
Não são muffins, nem queques, nem cup cakes... são muito mais do que isso...são nuvens que se desfazem na boca há primeira dentada... são como algodão que se transforma em seda... já disse que são bons?
Andava eu à procura de uns muffins de cenoura que não levassem leite, tarefa complicada porque muffin que é muffin leva leite... estava quase a passar ao plano B quando me deparei com um bolo de cenoura no site da Gasparzinha, a receita é da Gisa e o bolo chama-se Divinal.... parece que prometia :) resolvi então adaptar o bolo a bolinhos acrescentando especiarias e algumas nozes, como acredito que fique um bolo esponjoso e como não sabia como a massa se comportaria na forma, resolvi enche-las só até meio, por isso ficaram com este ar um bocadinho "atarracado" :) mas nada que não me faça ficar já a pensar numa versão com a totalidade da farinha integral e açucar mascavado.

Ingredientes para 12 Bolinhos:
200 gr de Açúcar
135 gr de Farinha (usei 50 gr Integral e o resto Branca)
125 gr de Cenoura Ralada
50 gr de Óleo
1 Colher de Chá de Fermento
2 Ovos
2 Colheres de Sopa de Nozes Picadas
1 Colher de Chá de Canela
1/2 Colher de Chá de Gengibre em Pó
-
Na Bimby trituram-se primeiro as cenouras 10 seg na vel 7, junta-se os ovos, o açúcar e o óleo e bate-se 4 min na vel 3, acrescenta-se a farinha, o fermento, as especiarias e as nozes e volta-se a bater mais 20 seg na vel 3.
Com a batedeira ou à mão deve-se misturar primeiro os ovos com o açúcar e o óleo, depois a cenoura ralada e as nozes e por fim a farinha, o fermento e as especiarias. Vão ao forno a 180º e não devem cozer muito para não ficarem secos.

segunda-feira, 1 de Junho de 2009

Salada Morna de Courgette e Funcho

Com este tempo tão quente começam a apetecer cada vez mais saladas, esta é feita com legumes grelhados fica por isso morna o que na minha opinião a torna bastante agradável. Para mim que sou pouco "carnívora" serviu-me perfeitamente mas para aqueles que necessitam das proteínas da carne parece-me que com frango grelhado desfiado ficará muito bem.
A receita foi adaptada de uma outra que vinha no último número da revista Delicious, infelizmente e estranhamente esta revista não se encontra à venda em Portugal :( por isso sempre que conheço alguém que vai a Inglaterra lá estou eu a perguntar se não se importa de me trazer uma revista... esta de Junho já está cheia de páginas marcadas.
_
Ingredientes:
1 Courgette
1 Bolbo de Funcho
2 Colheres de Sopa de Azeite
1 Colher de Sopa de Sementes de Funcho
75 gr de Bacon às Tiras
100 gr de Queijo Feta ou de Cabra
Sumo de 1/2 Limão
Folhas de Alface
_
Cortar a cougette e o funcho às tiras o mais fino possível, deixa as fatias a marinar no azeite e nas sementes de funcho uns minutos e a seguir grelha-las. Fritar o bacon (eu uso o método descrito pela Fer de colocar o bacon entre 2 guardanapos no microondas uns minutos até ficar crocante). Colocar as folhas de alface numa taça ou directamente nos pratos, dispor por cima os legumes grelhados, o bacon e o queijo esfarelado, regar com sumo de limão e se necessário com mais um pouco de azeite, temperar com sal e pimenta (eu temperei só com pimenta porque o queijo feta e o bacon já são salgados).